Logo Anatomia Patológica

Trato Gastrointestinal

O trato gastrointestinal compreende os órgãos por onde os alimentos ingeridos passam e onde ocorre o processamento deles. Ele é divido em trato gastrointestinal superior e inferior. Os órgãos pertencentes à parte superior são boca, faringe, esôfago e estômago. Já a parte inferior compreende os intestinos delgado e grosso. Nesses órgãos podem surgir uma série de doenças como esofagite, hérnia de hiato, varizes esofágicas, gastrite, enterocolite, doença inflamatória intestinal, obstrução intestinal, apendicite e tumores benignos ou até mesmo malignos, além de outras anormalidades sejam elas congênitas ou não. Lesões gástricas figuram entre as com maior incidência no ocidente, sendo a infecção pela bactéria H. pylori a mais comum, podendo causar gastrite crônica, doença ulcerativa péptica, câncer de estômago e linfoma gástrico. Em relação à mortalidade, neoplasias malignas de cólon e reto são a segunda causa mais importante de morte relacionada a câncer.

Quando um órgão do trato superior é acometido, sintomas como azia, dificuldade para ingerir alimentos e consequente perda de apetite, dor caracterizada por pontadas ou queimação, vômitos e catarros com sangue são frequentes. Anormalidades de trato inferior são caracterizadas por apresentar alterações nas fezes quanto à consistência (diarreia), cor (fezes esbranquiçadas), tamanho, quantidade, presença de sangue, aspecto gorduroso e frequência de evacuações. Além disso, são característicos dor, sensação de urgência, desconforto perianal e incontinência. A obstrução intestinal e a dor abdominal tipo cólica podem decorrer de um tumor intestinal. Há vários tumores intestinais, pois o intestino possui diferentes tipos celulares. Dependendo do tumor é que será determinada a gravidade da situação do paciente, ou seja, deve-se avaliar cada caso de forma individual. 

As doenças do trato gastro intestinal podem ser ocasionadas por alimentos mal preparados e contaminados, agressão constante dos órgãos por agentes externos ou internos e causas independentes das condições e hábitos de vida do indivíduo. Por exemplo, o consumo de álcool pode causar complicações como gastrite, inflamações e câncer. Portanto, a higiene dos alimentos a serem consumidos, hábitos alimentares saudáveis, não ingestão de substâncias que agridam a parede dos órgãos desse trato são maneiras de prevenir a ocorrência de anormalidades nos órgãos pertencentes ao trato gratrointestinal.

# Câncer de esofago:

O câncer de esôfago é caracterizado por uma variedade importante de tipo histológico (adenocarcinoma e CEC), mas também por variabilidade de acometimento relacionada à área geográfica, sexo, raça e contexto social do indivíduo.

Responsável Técnico:
Dr. Mario Rodrigues Montemor Netto
CRM 17340